quinta-feira, 14 de julho de 2011

Declaração

Depois de muito tempo ficar sem escrever / postar (a demora na postagem é de origem trist,e perdi tudo que tinha escrito nesse ano :/ ainda bem que tinha um bkp dos anos passados).

"25 backup é pouco"

Abaixo um relembre de como era e o que tenho, uma das tantas declarções para minha esposa.
-------------------------------------------------


Declaração

Lembro daquele vazio
sem fim, aberto a sangrar
relembro da alma cortada
furada, de tanto machucar
relembro a solidão
o desespero as vodcas para amenizar
e os cigarros para esquecer

Lembro-me como se fosse ontem
vagando pelas estradas, sozinho
da tristeza do meu olhar
companhia? apenas o ronco motor
da angustia de todo dia me encarar

Jamais hei de esquecer
das mulheres que consumi
as mulheres que me consumiam
na vã tentativa de da alma curar

Mas nada tenho de me arrepender
tudo foi so para engrandecer
a beleza que é estar junto a ti
a grandeza do seu ser

O amor, mesquinho e egoista
deixei me tomar, e hoje por ti
so consigo lhe querer
aumentando o desejar de amar

Um comentário:

Adriano C. Tardoque disse...

O que seria de nós, mortais, sem o amor para nos fazer MAIS?

Licença Creative Commons
Blog Papo de Buteco by Laercio Tardochi is licensed under a Creative Commons Atribuição-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License.